Como plantar em casa: 3 dicas para escolher o local ideal

Plantar em casa significa adotar hábitos sustentáveis e desenvolver autonomia em relação ao seu consumo. Em tempos de crise, como o que estamos vivendo, ter uma hortinha é uma ótima saída para quem quer manter uma alimentação orgânica sem depender de mercados ou feiras, além disso é um projeto que você pode realizar sozinha ou com a família.

Se você já conhece todos esses benefícios e está querendo começar, é normal ter muitas dúvidas sobre como plantar em casa e é por isso que estamos aqui: para simplificar ao máximo esse processo mostrando que todo mundo pode (e deve) começar! Segundo as nossas pesquisas, um dos maiores impedimentos é a falta de espaço, é comum ouvir as pessoas falarem que moram em apartamentos muito pequenos, ou que não batem a quantidade de sol necessária, por isso hoje vamos dar 3 dicas importantes para que você encontre o local ideal:

1. Seja Criativo

 

Horta em vasos / fonte: Art Maison

Horta vertical / fonte: Art Maison

A nossa primeira dica é usar a criatividade. Sabemos que a internet está repleta de referências de hortas enormes em quintais e sacadas, mas a verdade é que com apenas 1m2 você já pode começar a plantar e produzir para toda a sua família. Hortas verticaishortas em vasos são duas boas opções para quem vive em apartamentos ou casas pequenas, o importante é que seja um local com luminosidade que esteja protegido do vento e de animais.

2. Observe bem o espaço

Horta em vasos / Fonte: Consul

A melhor forma de encontrar um local com a luminosidade ideal é observar bem o espaço da sua casa. Perceba onde bate o sol da manhã e da tarde e quantas horas de sol cada espaço recebe. A maioria das hortaliças precisam de 8 a 10 horas de luminosidade, e 4hrs de incidência de sol direto, mas isso pode variar de acordo com o que você quiser plantar. Por isso, é muito importante conhecer bem o seu espaço antes de escolher o que será cultivado: se não tiver muitas horas de sol direto, talvez seja interessante começar plantando alguns temperos que não precisam de tantas horas de sol quanto hortaliças.

3. Entenda as necessidades de cada planta

Por último você terá que escolher em que recipiente plantar, de acordo com o tamanho do local que você tem disponível, e para isso é preciso entender as necessidades de cada planta. A profundidade mínima do seu recipiente, seja ele um vaso, uma floreira ou canteiro, deve ser de 30cm, para hortaliças que a parte de interesse são as raízes, como a cenoura por exemplo, esse espaço de 30cm é muito importante porque se tiver pouco espaço ela não vai atingir o comprimento necessário. Além disso, quanto maior for o porte da planta, maior precisará ser esse recipiente, então em vasos de 1L, por exemplo, você pode cultivar temperos, enquanto um pé de alface já precisará de um que seja um pouco maior de 5L, e uma árvore, que possuí raízes grande, precisará de um vaso ainda maior.

Entendendo as necessidades de cada planta você consegue adaptar o seu espaço ou escolher o cultivo que cabe naquele espaço disponível, com tempo, prática e estudo isso se torna cada vez mais fácil!

Quer encontrar mais conteúdos informativos sobre como plantar em casa? Acesse a Quarentena Verde e descubra um espaço com conteúdos gratuitos que vão te ajudar nesse período.

Posted in Uncategorized and tagged , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *